Índia sinaliza assédio a diplomatas no Paquistão

A Índia emitiu várias notas verbais ao Paquistão nos últimos dias (7 a 8 de Junho), levantando sérias preocupações com o assédio e a intimidação enfrentados por diplomatas indianos no Paquistão. Fontes diplomáticas no Alto Comissariado da Índia em Islamabad confirmaram esse desenvolvimento. “Temos discutido regularmente com o MoFA do Paquistão a questão do extraordinário aumento nos níveis de assédio e tentativas de intimidação empreendidas pelo ISI após os eventos de 31 de Maio”.

Em 31 de Maio, a Índia expulsou dois funcionários do Alto Comissariado do Paquistão identificados como Abid Hussain Amid e Mohd Tahir Khan, depois que foram apanhados em flagrante por espionagem, numa operação conjunta do Bureau de Inteligência, Célula Especial da Polícia de Deli e Inteligência Militar do Exército indiano em Karol Bagh, em Nova Deli. Mais tarde, o Paquistão também se lembrou de Javed, o motorista desses agentes do ISI, que costumava conduzi-los pela capital nacional da Índia.

Comunicação diplomática de Nova Deli ao Ministério das Relações Exteriores do Paquistão

The Quint teve acesso exclusivo às comunicações diplomáticas enviadas de Nova Deli nos dias 7 e 8 de Junho, endereçadas ao Ministério das Relações Exteriores no Paquistão pelo Alto Comissariado da Índia em Islamabad. As duas notas verbais apresentam um relato detalhado do assédio e intimidação enfrentados pelos diplomatas indianos, que também inclui o Encarregado de Negócios da Índia, Gaurav Ahluwalia.

A comunicação diplomática enviada ao Paquistão em 7 de Junho diz:

“Em 6 de Junho de 2020, enquanto o Encarregado de Negócios estava passeando pela manhã, ele foi vigiado por três funcionários das agências de segurança paquistanesas num carro. Mais tarde, quando os encarregados de negócios estavam indo ao Rana Market para compras essenciais, o pessoal das agências de segurança paquistanesas seguia o veículo oficial do Alto Comissariado em motocicletas. Eles seguiram o Encarregado de Negócios, mesmo quando ele estava dentro das lojas, e quatro desses funcionários ficaram do lado de fora enquanto ele fazia compras. O pessoal de segurança, em seguida, seguiu o Encarregado de Negócios para o super mercado de maneira agressiva e fez manobras perigosas a uma distância ameaçadora. O Encarregado de Negócios foi mantido sob vigilância rigorosa enquanto fazia compras de rotina. “

Os membros das agências de segurança do Paquistão mantêm uma vigilância agressiva semelhante fora do Alto Comissariado da Índia em Islamabad e do complexo residencial 24×7.

Fonte: thequint.com

Author: Diplomacia

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *