Dom. Nov 17th, 2019

Brasil isenta de visto turistas dos EUA, Austrália, Canadá e Japão

Os turistas vindos dos Estados Unidos, Austrália, Canadá e Japão não terão de apresentar visto para entrar no Brasil a partir de 17 de junho. É uma medida “unilateral”.

O governo brasileiro aprovou um decreto, publicado esta segunda-feira no Diário Oficial da União, que dispensa a necessidade de visto de entrada para turistas dos Estados Unidos, Canadá, Austrália e Japão que se desloquem ao Brasil em visita.

O decreto, promulgado pelo Presidente brasileiro, Jair Bolsonaro, entrará em vigor a 17 de junho deste ano e é “unilateral”, pelo que não prevê reciprocidade para cidadãos brasileiros que tencionem viajar para esses quatro países.

O documento, que foi também assinado pelos ministros Ernesto Araújo, das Relações Exteriores, e Sérgio Moro, responsável pela pasta da Justiça e Segurança Pública, surge em plena visita oficial de Bolsonaro aos Estados Unidos da América, naquela que é a sua primeira viagem ao exterior enquanto chefe de Estado, considerada pelo próprio como “estratégica”.

De acordo com o Ministério do Turismo do Brasil, citado pelo portal de notícias G1, o facto do decreto ser unilateral, não impede que esses quatro países não adotem uma medida semelhante no futuro.

“A isenção do visto de forma unilateral é um aceno que fazemos para países estratégicos no sentido de estreitar as nossas relações. Nada impede que essas nações isentem os brasileiros dessa burocracia num segundo momento”, informou o ministério.

Segundo a imprensa local, em 2015, no Governo de Dilma Rousseff, o Brasil já teria autorizado a dispensa do visto a cidadãos de Estados Unidos, Canadá, Austrália e Japão, desde que estes viessem ao país apenas para assistir aos jogos olímpicos de 2016.

O Presidente brasileiro, Jair Bolsonaro, e o seu homólogo norte-americano, Donald Trump, irão encontrar-se nesta terça-feira, numa reunião privada na Sala Oval da Casa Branca.

Os dois líderes terão um almoço de trabalho e uma reunião prolongada com os ministros dos dois países e darão uma conferência de imprensa na Casa Branca.

Fonte: Agência Lusa


Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Categorias